Multipla Dança- Possibilidades de Escrita: Apresentação | ANDERSON DO CARMO e LUCILA VILELA

español

cartaz-multipla-redu

O Múltipla Dança – Festival Internacional de Dança, acontece em Florianópolis (SC-Brasil) desde 2006, sob a direção de Jussara Xavier e Marta Cesar. São espetáculos, oficinas, encontros, filmes e debates que ocorrem com o intuito de promover a discussão e o acesso às atuais produções de dança. O projeto, que recebeu o Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança (Ministério da Cultura do Brasil), está em sua 7ª edição e deve seguir ampliando os múltiplos aspectos que caracterizam a dança contemporânea.

Uma das proposições levadas a cabo durante o evento foi a ação Múltiplas Escritas, coordenada por Anderson do Carmo e Sandra Meyer, que estimulou a produção de textos teóricos para exercitar o pensamento crítico em dança. Experienciado virtualmente, o laboratório aconteceu no mesmo período do festival, resultando em diversos textos que mapearam o evento. A intenção era sustentar a presença de um dispositivo crítico que transcorresse durante a mostra, buscando estimular reflexões e a produçao de manuscritos sobre os procedimentos artísticos. A partir de uma ideia de contaminação entre os textos, conduzida como trilhas de um labirinto, os escritos concluíram análises alcançando diferentes pontos de percepção.

Procurando incentivar a produção escrita e o pensamento teórico em dança, a Revista Interartive apresenta o resultado desta oficina com artigos de Anderson do Carmo, Jussara Belchior, Kamilla Nunes, Maria Carolina Vieira, Pedro Coimbra, Sandra Meyer,  Sarah Ferreira e Vicente Concilio. Um dossiê que permite com que novos labirintos sejam trilhados como formas de pensar a dança: boa leitura!

.

.