Desenhar, pintar, fracassar: Adriana Maria dos Santos | GUILHERME ZORATO

español

Conheci a Adriana sendo seu aluno no curso Desenhar Pintar Fracassar no O Sítio Arte Educação Coworking, em Florianópolis, mesmo local onde foi realizada a entrevista, em maio de 2016. Tivemos afinidade por pesquisarmos assuntos relacionados ao obscuro e a “literatura maldita”. Na entrevista, Adriana conta sobre sua trajetória como artista, como desenvolveu sua poética e como sua obra afeta a vida e vice-versa.

 

ADRIANA RETRATO1Adriana Maria dos Santos. Foto: Sandra Meyer

Adriana Maria dos Santos é natural de Rio do Sul/SC e reside em Florianópolis/SC. Possui PhD em Teatro pelo PPGT Ceart/Udesc, obtido em 2013. É Mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes UFRGS. Foi professora colaboradora do Departamento de Artes Visuais Ceart/Udesc. Em 2016 realizou o Curso Desenhar Pintar Fracassar no O Sítio Arte educação Coworking – Fpolis. Organizou e participou da Coletiva 11 Malditos que Saem da Linha no Ceart/Udesc. Participou da Mostra Armazém – Coletivo Nacasa. Em 2015: Publicação autoral do livro de artista “Disability” pela Editora Poesia e Barbárie e selo Armazém – Museu Victor Meireles; Individual de Pintura intitulada Disability – Espaço 2 – Fundação Cultural Badesc; Organização e curadoria coletiva Poéticas do Desenho no Museu da Escola Catarinense/MESC; Participou do painel coletivo intitulado “Sr. Morfina” na exposição Eis Senão Quando no Sítio Arte Educação Coworking.

***

Entrevistada por:

Guilherme Zorato é criador de conteúdo, natural de São Paulo – SP, atualmente vive em Florianópolis – SC. Trabalha com mídias sociais e desenvolve pesquisa em temas relacionados ao obscuro.