Festivais na Alemanha | LUCILA VILELA

De passagem pela Alemanha, em pleno verão europeu, a presença marcante de dois festivais eferveciam as cidades de Berlim e Colonia.

No Festival Internacional de Performances InTransit que aconteceu em Berlim de 15 à 18 de junho, foram apresentadas performances de diversos estilos com artistas de vários países. Com foco na relação entre público e espectador, InTransit 2011 trouxe à tona elementos que questionavam o lugar do público: onde ver é também ser visto. Dentre as performances apresentadas vale destacar I-ON de Ivo Dimchev (Bruxelas) em que o performer explora a relação com as esculturas de Franz West (Viena), dos anos 70. Ivo Dimchev em uma relação irônica e dinâmica cria diversas situações absurdas com as esculturas sustentando cada cena com sua presença cênica.

Pouco depois, de 22 à 26 de junho, aconteceu em Colonia, o Festival c/o pop de música eletrônica. Na abertura do festival, na Kölner Philharmonie, dois grandes concertos: Owen Pallett e Apparat Band. No inicio da noite, começando com a banda berlinense Apparat, uma mistura de voz, instrumental e eletrônico invadia o espaço e a harmonia entre música e iluminação já anunciava a qualidade dos concertos. Em seguida, o canadense Owen Pallett abusou na mistura de seu violino clássico com a música eletrônica. Sem dúvida dois grandes artistas que subiam ao palco na mesma noite em um teatro onde a arquitetura já vale o show.

InTransit Performing Arts Festival:
http://www.hkw.de/de/programm/2011/in_transit_2011/projekt_detail_53858.php

c/o pop:
http://www.c-o-pop.de/